.:: Junta de Freguesia de Moimenta da Beira ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
« »
Terça-Feira, 20.8.2019
 
Contacte-nos
Farmácias
Locais de Interese (Património)
Capela Nossa Senhora do Amparo

 

Com base nos registos disponíveis, esta Capela terá sido construída por volta de 1500.

Em 1768 (Tombo do Convento desta Vila), esta Capela tinha as medidas (em varas) e o traçado actual, as duas portas e o campanário com o sino. O altar encontra-se revestido por pedra de cantaria com um retábulo dourado, no meio do qual se encontra a imagem da Virgem Nossa Senhora do Amparo.

J.C.S.


Mártir S. Sebastião

 

O culto ao Mártir São Sebastião em Moimenta da Beira

 

São Sebastião terá nascido em meados do século III em Narbona (Sul de França) ou em Milão (Itália) e é um dos mártires mais conhecidos da Antiguidade.

Respeitado e admirado pela sua bondade e bravura, chegou a ser nomeado Capitão General da Guarda Pretoriana do Imperador Romano Diocleciano.

Porém, Sebastião fora educado segundo os princípios cristãos, demonstrando ser um fervoroso religioso que, mais tarde, Diocleciano viria a descobrir. Por converter os pagãos ao Cristianismo e ameaçar o Império Romano, foi martirizado, segundo a maioria dos investigadores, no dia 20 de Janeiro do ano de 288, em Roma e sepultado nas catacumbas da Via Ápia.

Mereceu o cognome de Defensor da Igreja e é ainda considerado o terceiro padroeiro de Roma juntamente com os Santos Apóstolos Paulo e Pedro.

No nosso país, o culto a este Santo, com o corpo desnudado e coberto de flechas, intensificou-se sobretudo a partir do século XVI. Aliás, o rei D. Sebastião (Décimo Sexto Rei de Portugal) foi baptizado com o seu nome, em 1554, por ter nascido no dia 20 de Janeiro.

 

 

 

 

Capela do Mártir

 

 

 

 

Na vila de Moimenta da Beira começou a prestar-se culto a este mártir talvez a partir de 1596, data que pode observar-se na inscrição (ver imagem) gravada no campanário da capela (imagem), considerada uma das mais antigas deste concelho.

A sacralizar este espaço implantou-se também um magnífico cruzeiro de granito octogonal (com cerca de 3,60 m de altura e 0,75 m de diâmetro), ligeiramente inclinado sobre um afloramento rochoso.

Além disso, podemos observar um lagar rupestre (ver imagem) no local que é ocupado pelo tradicional cepo durante a festa. À semelhança de outras estruturas do género existentes na região, apresenta duas cavidades (que serviriam de base de apoio a uma prensa) que a população associa a um antigo local público de punição - forca.

 

J. C. S.

|< início     < Anterior        
Notícias
Agenda de Eventos
D S T Q Q S S
     1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Brasão da Junta de Freguesia
Brasão da Junta de Freguesia
Gabinete de Inserção Profissional (GIP)
Logo da Freguesia de
São João Baptista
Logo da Freguesia de <br>São João Baptista
Mensagem do Presidente
Mapa Google
Visitas
.::Visitas::.
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de Moimenta da Beira © 2010 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px