Rubiães
   
Página Inicial Contactos  
     
  E-Mail Login
Actualize os dados da sua Freguesia
AINDA NÃO TEM SITE?
Escolha aqui a melhor solução
LINKS
Links Uteis
FARMÁCIAS
Farmácias de Serviço
HOME | PORTUGAL » Viana do Castelo » Paredes de Coura » Rubiães
MAPA GOOGLE
Mapa das Estradas
Reorganização administrativa do território (Lei n.º 22/2012, de 30 de maio)
Freguesia: Rubiães

A Freguesia Rubiães não sofreu alterações

Distrito: Viana do Castelo
Concelho: Paredes de Coura
 
Freguesia: Rubiães
CONTACTOS
 
Morada Costa
Cód. Postal 4940-686 Rubiães
Telefone 251943478

   

EXECUTIVO DA JUNTA ASSEMBLEIA DA FREGUESIA
 
Presidente Francisco Gonçalves Dias
Secretário Sónia Alexandra Barbosa Ribeiro
Tesoureiro José Brito Cunha
 
Presidente Christiane Rienti Pereira de Brito
Secretários Manuel Gonçalves Pereira/ João Pereira de Brito
Restantes
Elementos
Miguel Carlos Sousa Barros
José António Gonçalves Martins
Manuel Carlos Pereira Dantas
Miguel Saraiva da Rocha

DESCRIÇÃO DA FREGUESIA
 
A Freguesia de Rubiães, é uma das aldeias mais características do concelho, situa-se a oeste da vila de Paredes de Coura, ocupando uma área de cerca de 895 ha. Dista, aproximadamente, 8 quilómetros da sede do concelho, e é constituída pelos lugares do Ageito, Antas, Casais, Casco, Costa, Crasto, Chão, Monte Gandra, Pedrosa, Rodízio, S. Roque, Silverto . Os seus limites estão estabelecidos com as Freguesias de Cossourado e Linhares, a norte. Com as Freguesias de Infesta e Cunha, a nascente. Com as Freguesias de Coura e Águalonga, a Sul, e a Poente, com as Freguesias de Mentrestido e Sapardos (estas duas pertencentes ao concelho de Vila Nova de Cerveira). Rubiães para além das belezas ribeirinhas do rio Coura, possui encantadoras vistas panorâmicas, observadas dos montes da Mourela e tem um património edificado de grande valor cultural. São notáveis as marcas deixadas pela cultura romana. A Ponte Romana e a Igreja Românica de Rubiães são disso realidade indesmentível. Outras das marcas a ligar, desde sempre, Rubiães ao passado longínquo, são os Caminhos de Santiago, que recebem muitas centenas de peregrinos todo os anos nas suas caminhadas em direcção a Santiago de Compostela, na Galiza. Acerca da história desta freguesia podemos consultar o livro " Inventário Colectivo dos Registros Paroquiais Vol. 2 Norte Arquivos Nacionais /Torre do Tombo", onde diz textualmente: « A mais antiga referência conhecida à igreja de Rubiães é a da sua construção ou reconstrução em 1257. Em 1258, é citada na lista das igrejas pertencentes ao bispado de Tui, que se situavam no território de Entre Lima e Minho. Neste documento, cujo original se encontra na Torre do Tombo, denomina-se "Sanctus Petrus de Rubiães". Em 1320, no catálogo daquelas igrejas, mandado elaborar, para pagamento de taxa, pelo rei D. Dinis, foi taxada em 100 libras. Fazia parte do arcediagado de Cerveira, com o nome de "'Sancti Petri de Ruvhãaes". Quando, em princípios do século XVI, as freguesias de Entre Lima e Minho foram incorporadas na diocese de Braga, D. Diogo de Sousa mandou avaliar os 140 benefícios da comarca eclesiástica de Valença. A igreja de "Ruyvãees" tinha nessa época de rendimento 200 réis. Em 1546, no Memorial feito pelo vigário Rui Fagundes no tempo de D. Manuel de Sousa, estava integrada na Terra de Coura, rendendo 32 mil réis. O Censual de D. Frei Baltasar Limpo, na cópia de 1580, utilizada pelo P. Avelino Jesus da Costa no seu trabalho "A Comarca Eclesiástica de Valença do Minho", refere que São Pedro de Ruivães, assim denominada na época , era da apresentação de leigos, designadamente do visconde de Vila Nova de Cerveira, por doação que lhe fora feita e confirmada. Segundo Américo Costa, a igreja de São Pedro de Rubiães era abadia colada da apresentação dos viscondes de Vila Nova de Cerveira, depois marqueses de Ponte de Lima. Em termos administrativos, fazia parte, em 1839, da comarca de Monção e, em 1852, da de Valença. Em 1878, finalmente passou a pertencer à comarca de Paredes de Coura ». Sectores laborais: Agricultura, pecuária e pequeno comércio. Tradições festivas: S. Bartolomeu (24 de Agosto), S. Pedro e Santo António (Junho), Senhora da Expectação (Julho) e S. Roque (15 de Agosto). Valores Patrimoniais e aspectos turísticos: Igreja românica, ponte romana, marcos miliários e capelas de S. Roque, S. Bartolomeu, Fradinhos e ou Senhora da Expectação, Rio Coura e monte Mourela. Aspectos Gastronómicos: Enchidos de porco e arroz de cabidela. Colectividades: Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Rubiães (com Rancho Folclórico).
 
 
Home | Soluções | Mapa Google | Login | Link Úteis | Publicidade | Contactos
freguesias.pt © 2005/2020 Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Declaração de Privacidade