Sendim
   
Página Inicial Contactos  
     
  E-Mail Login
Actualize os dados da sua Freguesia
AINDA NÃO TEM SITE?
Escolha aqui a melhor solução
LINKS
Links Uteis
FARMÁCIAS
Farmácias de Serviço
HOME | PORTUGAL » Viseu » Tabuaço » Sendim
MAPA GOOGLE
Mapa das Estradas
Reorganização administrativa do território (Lei n.º 22/2012, de 30 de maio)
Freguesia: Sendim

A Freguesia Sendim não sofreu alterações

Distrito: Viseu
Concelho: Tabuaço
 
Freguesia: Sendim
CONTACTOS
 
Morada Rua Eng. João Carlos S. Meireles
Cód. Postal 5120-352 SENDIM - TABUAÇO
Telefone 254 536 264
Fax 254 536 264
Email sendim@jf-sendim.pt
Site www.jf-sendim.pt

   

EXECUTIVO DA JUNTA
 
Presidente
SÉRGIO ISIDRO CRAVO RODRIGUES
Secretário
RAUL PAULO RODRIGUES CARONA
Tesoureiro
ANTÓNIO MANUEL DO ESPÍRITO SANTO SOEIRO
 
 

 
Vogal
JOÃO FRANCISCO COSTA OLIVEIRA
ASSEMBLEIA DA FREGUESIA
 
Presidente
LUÍS FERNANDO FALCÃO GOMES
Secretário
GILBERTO ANDRÉ DA SILVA GOMES
Secretário
JOÃO ANTÓNIO DOS SANTOS ANDRADE
 
 
Restantes Elementos
(não disponível)
 

DESCRIÇÃO DA FREGUESIA
 
Sendim, ou Aldeia de Sendim, é das maiores e mais importantes freguesias do concelho de Tabuaço.
As origens de Sendim remontam seguramente aos tempos pouco conhecidos da pré-história, tantos foram os vestígios que chegaram até aos nossos dias: mamoas, castros, sepulturas cavadas nas rochas por vários locais, e outros achados arqueológicos da época da romanização, como moedas e cerâmica.
Muitos situam-se nos seus primitivos locais, como sejam os túmulos cavados nas rochas no Monte das Baganhas.
No Cabeço do Poio, a nordeste do Monte das Baganhas, existem ainda quatro sepulturas antropomórficas, cavadas nas rochas. Na Pala, já numa zona de vale, mais baixa, encontraram-se mós, alguidares, almotolias, restos de cerâmica e moedas.
Do património edificado da freguesia, ressalta claramente o pelourinho, símbolo do antigo poder administrativo de Sendim. Monumento classificado, é de uma elegância extrema.
Quanto ao concelho, foi extinto em 6 de Novembro de 1836 por D. Maria II, passando para o de Tabuaço, onde se encontra actualmente.
Com 316 fogos nessa altura, tinha casa da câmara, cadeia, tribunal, juiz ordinário e uma companhia de ordenanças, sujeita ao capitão-mor de Moimenta da Beira.
Dentro da arquitectura secular, conserva algumas casas brasonadas de elegante estilo arquitectónico das famílias dos Guedes, Mendonças, Castilhos, Monteiros, Soeiros, Regos e Gouveias Couraças. Diz a lenda que a quinta dos Guedes conserva um opulento tesouro.
"A igreja matriz é, sob o ponto de vista arquitectónico, das mais importantes do concelho.
Entra-se através de pequeno escadório, com artístico enxota-cães. De cada lado, um obelisco em pirâmide, assente, cada um, em quatro esferas de granito.
A torre sineira, em granito, foi encurtada na altura devido a um temporal que a derrubou há anos. Com as pedras que caíram fez-se o acanhado nicho à Senhora das Preces.
O chão é lajeado com pedras tumulares. O retábulo da capela-mor é da Renascença, assim como os 36 caixotões que recobrem o tecto e o arco do cruzeiro, elevado e elegante, na sua função divisória entre a capela-mor e a nave. Em lápida incrustada no templo pode ler-se a data de 1676. O púlpito está datado de 1774. A igreja terá sido reconstruída em finais do séc. XV pela Universidade de Coimbra cujo padroado lhe pertencia e diz a tradição que por sobre os alicerces de “arruinada mesquita”. Deve ter-se tratado de reconstrução sobre os alicerces de outro templo de dimensões mais reduzidas. Digna de realce é a pia baptismal quinhentista. As imagens mais antigas são as de S. Tomás de Aquino, Santo António, S. Francisco e Santa Bárbara".
A paróquia de Sendim é muito antiga, podendo remontar mesmo ao século XII.
O Mosteiro de Salzedas possuiu na área da actual freguesia diversas doações, desde a primeira metade do século XIII.
Segundo o censual do cabido de Lamego, da primeira metade do século XVI, a igreja de Sendim foi da apresentação do conde de Marialva, D. Francisco Coutinho. Nessa altura designava-se de igreja de Nossa Senhora do Pranto de Sindim.
Por bula papal de 14 de Março de 1538, foi autorizada a passar para o padroado da Universidade de Coimbra. Teve também colegiada, tal como a de Barcos, com cinco beneficiados e respectivo reitor, que apresentava os curas de Arcos e Paradela.
"Na freguesia existem as capelas de Santa Luzia, de Santo Ovídio — particular, do século XVII, mandada fazer por Francisco de Gouveia e sua mulher — da Senhora do Bom Despacho, de S. Miguel e de Santa Bárbara.
Em Cabriz há a capela de Santa Madalena e em Guedieiros a de invocação a S. Marcos.
Diz a tradição que no local onde se ergue a exígua capela ou oratório do Senhor das Preces, construído em 1780, ergueu-se um mosteiro beneditino, cuja existência não está confirmada documentalmente.
Na Quinta de S. Martinho e a escassos metros deste local, a tradição refere do mesmo modo a existência de um convento de monjas da mesma Ordem.
Quer num, quer noutro local, são visíveis restos de construções antigas que a tradição liga aos respectivos cenóbios.
A freguesia de Sendim é constituída pelos aglomerados de Aldeia, Paço, Guedieiros, Bouções e Cabriz
 
 
Home | Soluções | Mapa das Estradas | Login | Link Úteis | Publicidade | Contactos
freguesias.pt © 2006 Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Declaração de Privacidade