São Pedro de France
   
Página Inicial Contactos  
     
  E-Mail Login
Actualize os dados da sua Freguesia
AINDA NÃO TEM SITE?
Escolha aqui a melhor solução
LINKS
Links Uteis
FARMÁCIAS
Farmácias de Serviço
HOME | PORTUGAL » Viseu » Viseu » São Pedro de France
MAPA GOOGLE
Mapa das Estradas
Reorganização administrativa do território (Lei n.º 22/2012, de 30 de maio)
Freguesia: São Pedro de France

A Freguesia São Pedro de France não sofreu alterações

Distrito: Viseu
Concelho: Viseu
 
Freguesia: São Pedro de France
CONTACTOS
 
Morada Av da Igreja,80 - Figueiredo
Cód. Postal 3505 - 347 SÃO PEDRO DE FRANCE
Telefone 232 984 130

   

EXECUTIVO DA JUNTA ASSEMBLEIA DA FREGUESIA
 
Presidente FERNANDO MARTINS MACHADO
Secretário CLÁUDIA ALEXANDRA DOS SANTOS CRUZ
Tesoureiro JOSÉ ERNESTO BARREIROS COELHO
 
Presidente Manuel Fernandes de Almeida
Secretários Sílvia Fabiana Fernandes Martins; Elisabete Amaral Ferreira
Restantes
Elementos

  • Raúl Morgado Lopes Silva (PPD/PSD)

  • Claúdia Patricia Gueidão de Almeida (PPD/PSD)

  • (PS)

  • (PS)

  • José Maria Oliveira Lopes (CDS/PP)

  • (CDS/PP)


DESCRIÇÃO DA FREGUESIA
 
Quando visitamos São Pedro de France, podemos essencialmente deliciar nos com magníficas paisagens, conhecer pessoas humildes e deliciar-nos com os magníficos petiscos da região, nomeadamente o bom vinho da região.

Mas também a sua história e os seus antepassados nos encantam. A seguir apresentamos um pouco desse contexto histórico.

A Freguesia de São Pedro de France, terá ao que tudo indica, tido a sua medieval origem numa Villa Franci, um genitivo antroponímico de origem germânica, da época da reconquista cristã da região. Uma região muitas vezes disputada por muçulmanos e cristãos, dada a sua posição estratégica de fronteira. De facto, após o século VIII, toda a região, sofreu da instabilidade provocada pela guerrilha frequente entre ambos os campos de contendores. A primeira reconquista efectiva, deve-se a D.Afonso III das Astúrias (870), e como aconteceu na região de Lamego, Chaves e Tui, orei tentou consolidar a posição alcançada presurando todas as villas rurais e agrícolas da região, ao tempo mais ou menos abandonadas e em decadência económica. Estes presores apareciam de supetão, com cavalos, bandeiras e trombetas, convocavam o povo para lhes anunciar que a partir desse momento, tudo e todos tinham um novo senhor, certamente um rei e uma bandeira de que nunca ouviram falar, mas que aqui ficava representado pessoalmente por um presor, ou seu subordinado. Havia que aceitar o facto e o novo nome. O povoado passou a ser uma villa de Franci. Ao mesmo tempo deve Ter-se restaurado a paróquia. Em Viseu ficou a cabeça administrativa e a região readquiriu um esboço organizativo, prosperando demograficamente a partir de então.

Nos meados do século XIII, a paróquia de S. Pedro de France (o próprio orago confirma que ela é anterior à Nacionalidade) já estava profundamente povoada, com as villas de Forniçô e Bassim, a constituirem uma cavalaria. O lugar e villa de Cavelo era-o também (mas neste caso dos de Povolide); Casal Oduro era-o da Sé de Viseu, a quem havia sido doada por um juiz, Diogo Pais de seu nome, no tempo de D. Afonso II. Pevidal era uma honra, tal como Vila Verde, a villa de São Cristóvão, Tabuadelo, Lamaçais e Moreira. A Sé de Viseu e os fidalgos locais, repartiam todo o espaço da actual freguesia, o que demonstra o interesse económico que nela encontravam já em plena Idade Média.

Na área da freguesia, nomeadamente nos sítios de assento do Turco e São Cristóvão, bem como junto á escola, apareceram e estão documentadas sepulturas escavadas na rocha, as quais se integram num mapa que abrange toda a região para testemunhar um povoamento bem antigo da freguesia.

Factos Históricos, Lendas e Tradições
 
 
Home | Soluções | Mapa das Estradas | Login | Link Úteis | Publicidade | Contactos
freguesias.pt © 2006 Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Declaração de Privacidade