.:: União das freguesias de Painho e Figueiros ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
« »
Terça-Feira, 01.12.2020
 
Contacte-nos
Recenseamento
Farmácias
COVID-19
COVID-19: Cadaval empenhado na prevenção, mitigação e resposta s
COVID-19: Cadaval empenhado na prevenção, mitigação e resposta s Contando, desde ontem à noite, dia 1, com três casos confirmados de COVID-19, o Cadaval está a manter e a otimizar a prontidão dos meios disponíveis, a par das medidas de prevenção, indo entretanto reforçar a resposta social à população concelhia.


O concelho do Cadaval contava, de acordo com o último reporte da autoridade local de Saúde, com três casos confirmados de COVID-19.

 

Tratam-se, informa José Bernardo Nunes, presidente da Câmara Municipal, de situações «que já se encontravam em confinamento no seu domicílio, uma vez que são todos da mesma família. «Desejo a esta família rápidas melhoras e disponibilizo, desde já, a ajuda necessária para que ultrapassem esta situação rapidamente», acrescenta.

 

«De salientar que a autoridade de saúde faz uma constante investigação de cada caso, para delinear o possível contágio e, nesse sentido, entra sempre em contacto com as pessoas que tiveram com indivíduos infetados», adianta, por seu turno, David Santos, coordenador da Proteção Civil Municipal.

 

O chefe do executivo camarário dirigiu-se esta manhã, em vídeo, à população, a quem quis deixar um «agradecimento geral pela forma como tem correspondido aos apelos das autoridades, o que muito tem contribuído para o reduzido número de casos».

 

Deixou ainda uma palavra de confiança aos parceiros locais do Município, nomeadamente «Bombeiros Voluntários, Cruz Vermelha, Associação Mutualista da Freguesia do Vilar, a todas as IPSS’s, às Juntas de Freguesia e aos voluntários que se têm disponibilizado para ajudar».

 

«Quero deixar também uma palavra aos funcionários do município, em especial aos que têm de andar na rua a desempenhar as suas funções, que têm tido um papel essencial para o normal funcionamento da nossa comunidade», salientou o autarca.

 

José Bernardo mostrou-se ainda grato aos profissionais de saúde e forças de segurança pelo trabalho e pela «estreita cooperação» com a Autarquia, bem assim à ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e ao secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, pelas «palavras de apoio e disponibilidade».

 

Não foi esquecida a «coesão demonstrada por todos os colegas presidentes de câmara da OesteCIM desde o início deste processo» nem «o papel agregador dos primeiro e segundo secretários» da referida comunidade intermunicipal.

 

«A procura de medidas e soluções conjuntas para a região, respeitando as especificações de cada um, tem sido uma constante, o que tem contribuído para que todo o Oeste esteja a conseguir dar uma resposta coordenada a este fenómeno sem precedentes», destacou o edil cadavalense.

 

Abordagem da doença: o caso do Cadaval

 

A Abordagem de Pessoas com Suspeita da doença, mudou, nos termos da Norma 004/2020 da Direção-Geral da Saúde, com efeitos desde o passado dia 26 de março.

 

Todas as pessoas que desenvolvam quadro respiratório agudo de tosse (persistente ou agravamento de tosse habitual), ou febre (temperatura ≥ 38.0ºC), ou dispneia/dificuldade respiratória são consideradas suspeitas de COVID-19 e devem ligar para a Linha SNS24 (808 24 24 24).

 

No caso do Cadaval, não está previsto que o Centro de Saúde local venha a ter Área Dedicada à COVID-19 (ADC). O atendimento de cuidados de saúde primários (ADC Comunidade), após encaminhamento da Linha SNS24, será assegurado pela ADC Lourinhã, um dos três locais do ACES/Oeste Sul contemplados com essa vertente. A partir daí e consoante os sintomas, o utente cadavalense suspeito ou ficará em casa, em automonitorização, ou será direcionado para fazer testes no ADC Mafra (após avaliação médica, portanto).

 

Medidas de mitigação do impacto da pandemia

 

Como tem sido difundido, a Câmara Municipal do Cadaval tem vindo a implementar uma série de medidas que visam minimizar os impactos da pandemia na população.

 

Desta forma, prossegue a operação de desinfeção de diversos espaços públicos do Concelho, suscetíveis de se verificar aglomeração de pessoas. Trata-se de uma iniciativa do Município em articulação com as sete juntas de freguesia locais.

 

Enquanto dura o surto, a Câmara continua a fornecer, porta-a-porta, uma refeição diária aos alunos de Escalão A dos diferentes níveis de ensino, que acederam em continuar a usufruir deste benefício durante o encerramento das escolas.

 

A resposta social cadavalense a idosos, pessoas em isolamento voluntário ou em quarentena, que não tenham resposta familiar, continua a ser proporcionada, numa parceria camarária com as diferentes juntas de freguesia e outras entidades locais.

Recorde-se que este apoio contempla desde a entrega de compras básicas ao levantamento de receitas ou medicamentos. (Linha CMC gratuita: 800 210 104). Prestes a ser disponibilizada está, também, uma linha de apoio psicológico, dado ter-se já verificado essa necessidade a nível local.
O Município mantém-se, igualmente, atento à situação dos lares das diferentes IPSS’s existentes no Concelho. Nesse âmbito, está a ser feito um levantamento de todos os idosos institucionalizados e da situação em que se encontram.

Está também a ser feito acompanhamento, verificação e coordenação dos diferentes planos locais de contingência.

«Temos também já preparados e disponíveis, para o que for preciso, espaços de acolhimento no Pavilhão Municipal, com 40 camas, no Quartel de Montejunto da Força Aérea, com 20 camas», informa José Bernardo Nunes. O autarca agradece, por esse facto, «à senhora comandante da Estação Radar Nº 3 de Montejunto da Força Aérea Portuguesa e ao senhor chefe do Estado Maior da Força Aérea pela cedência imediata do espaço».

«Temos ainda disponíveis 15 camas numa unidade de alojamento local (Bagos do Vilar), que disponibilizou as instalações na freguesia do Vilar, oferta que também agradecemos», declara.

Os espaços, acima referenciados, para eventual necessidade de receção de pessoas no âmbito da COVID-19 estão a ser otimizados, com preparação e isolamento de camas, bem como limpeza e desinfeção, no sentido de criar as melhores condições possíveis de acolhimento.

Em parceria com os restantes municípios integrantes da OesteCIM – Comunidade Intermunicipal do Oeste, o Cadaval está também a providenciar a adoção de medidas de apoio às famílias e empresas.


Segundo adianta o autarca cadavalense, consiste num «pacote de medidas de ajuda às famílias, ao setor social e às empresas do concelho, que será presente à próxima reunião de Câmara [amanhã, dia 3 de abril], que em breve estará ao dispor de todos, de modo a que possamos atenuar os efeitos negativos que esta pandemia acarreta».

Também o Serviço Municipal de Proteção Civil reafirma que o Concelho tem todas as forças locais de segurança e socorro a cem por cento da sua capacidade.

«Quero relembrar que o dever geral de recolhimento é para cumprimento de todos! Verifica-se que toda a nossa população está a fazer um esforço tremendo nesse sentido, o qual agradecemos. Ao ficarmos em casa, salvamos vidas», lembrou David Santos, coordenador local da Proteção Civil. «E não existem “pausas” no cumprimento das recomendações! Qualquer “pausa” pode ter consequências catastróficas, para familiares, amigos, vizinhos», alerta ainda o responsável.

 

Prudência na eventualidade de burlas
A GNR do Cadaval recomenda prudência relativamente a situações de burla ou fraude que possam vir a ocorrer, a exemplo de outros pontos do país, apesar de ainda não terem registo de casos no Concelho.
Contas solidárias para combate ao COVID-19 ou diagnósticos porta-a-porta da doença são táticas utilizadas para extorsão de dinheiro, nomeadamente a idosos mais isolados. Qualquer suspeita, importa reportar às autoridades (GNR Cadaval: 262 690 010).
A GNR do Cadaval pede ainda à população para uma maior celeridade na utilização do “take-away” (aquisição de comida para fora), onde se verificam situações pontuais de aglomerados de pessoas.
A Câmara tem ao dispor aqui, no Site Municipal, uma subpágina informativa dedicada ao COVID-19/Cadaval, onde reúne informação de interesse especialmente local, mas também de âmbito regional e nacional.
O Município compilou ainda, numa outra subpágina do Site Municipal, as modalidades de atendimento disponíveis, uma vez suspenso o atendimento presencial.

fonte CM Cadaval
Notícias
Quarentena Ativa - Atividade em casa
Mapa Google
Visitas
.::Visitas::.
Hoje: 41
Total: 3766
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de União das freguesias de Painho e Figueiros © 2020 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px