.:: Junta de Freguesia de Ferreiras ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
« »
Quinta-Feira, 02.4.2020
 
Contacte-nos
Recenseamento
Dia da Defesa Nacional
Farmácias
COVID-19
Apresentação Geográfica/Histórica
 

Ferreiras é uma das cinco freguesias do concelho de Albufeira. Encontra-se localizada no chamado Litoral Algarvio, ocupando 2,227 ha dos 14,066 ha que constituem a área concelhia.

A povoação situa-se a cerca de 5km da costa marítima. Dos sítios mais importantes destacam-se: Alfarrobeiras, Fontainhas, Lagoas, Mosqueira, Vale Serves, Pinhal, Assumadas, Poço das Canas, Alpouvar, Malhada Velha, Cotovio e Vale Paraíso.

A Este, no troço terminal da Freguesia, está localizada parte da Ribeira de Quarteira, que nasce a Norte, resultando da confluência da Ribeira de Algibre com a de Alte, desaguando em Quarteira. Refira-se que a Ribeira de Quarteira estende-se para Sul de Paderne, onde circunda o Castelo.

Ferreiras esteve integrada na Freguesia de Albufeira até ao ano de 1997, tendo sido criada como Freguesia naquele ano, a 12 de Julho, pelo Dec. Lei nº 40/97. Os limites desta nova Freguesia são: a Norte, o limite actual da Freguesia de Paderne e o caminho do Escarpão até à Ribeira de Quarteira; a Sul confina com o Caminho de Ferro, Caminho da Mosqueira e Caminho Municipal nº 1285, à estrada nacional 395; a Nascente é limitada pelo concelho de Loulé e a Poente confina com o Caminho da Ataboeira e Caminho de Poço das Canas, até ao limite do Municipio de Albufeira com Silves. 

 

Resumo Histórico

A Agricultura e o Artesanato constituiam as duas componentes mais importantes da economia local, apesar do Artesanato, de carácter mais familiar, aparecer sempre como actividade complementar à Agricultura. Actualmente, o sector agrícola encontra-se relegado para segundo plano, devido à carência de meios e apoio técnico aos agricultores, acrescido do envelhecimento da população activa agrícola, o que faz com que a área explorada assuma uma expressão pouco relevante. No entanto, esta é uma região com grandes potencialidades agrícolas, favorecidas pela amenidade do clima, permitindo por isso o desenvolvimento das culturas de sequeiro (amendoeira, figueira, alfarrobeira e a oliveira); muitos destes solos estão incluidos na Reserva Agrícola Nacional e classificados pelo Serviço de Reconhecimento e Ordenamento Agrário.

Paralelamente, Ferreiras apresenta um crescimento significativo nos sectores secundário e terciário, com especial destaque para as indústrias. Porém, não foram as actividades agrícola e indústrial que mais contribuiram para o desenvolvimento desta Freguesia, mas sim o Turismo e a Hotelaria, a par das vias de comunicação, que começaram a progredir na década de 60.

Um pouco mais distante, pode-se concluir, pelo espólio arqueológico encontrado na freguesia, que desde tempos muito remotos o homem se instalou nestas terras, pois, em Cerros Altos acharam-se elementos identificadores da presença humana, que remontam ao séc. II a.C., salientando os restos de uma forja ou fundição e uma inscrição epigráfica. Outro registo, ocorreu na Ataboeira, onde se descobriu algumas moedas e fragmentos de tégula, datados do período de ocupação romana. Também da presença Muçulmana existe vários registos, em que os mais visiveis são ao nivel Arquitectónico, que influenciou em muito o desenho das nossas "Típicas" chaminés, a cor branca das casas e Açoteias únicas e que todos este elementos ainda hoje constituem um ponto de referência da cultura Mourisca.

 
Visite-nos
Notícias
Carnaval Trapalhão 2020
Logo
Mercado
Mercado
Ecocentro de Ferreiras
Ecocentro de Ferreiras
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de Ferreiras © 2010 Todos os Direitos Reservados
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px