.:: Junta de Freguesia de N. Srª da Graca de Povoa e Meadas ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
Início
Quinta-Feira, 15.11.2018
 
Contacte-nos
Notícias
Recenseamento
Farmácias
Lendas e Tradições
 

São Silvestre

   A Ermida de S. Silvestre fica perto da Póvoa, cerca de 2,5Km, mas situada no termo de Montalvão. A Ermida já é tão antiga (de referir o símbolo da Ordem dos Templários, a Cruz da Ordem de Cristo, talhado na pedra de cantaria no centro da abobada da capela) que dificilmente se poderá achar explicação para o facto de se fazer anualmente uma romaria no Domingo de Pascoela, quando o dia dedicado ao Santo é o último do ano.

             Em avançado estado de degradação, foi mandada reconstruir pelo Sr. Eduardo Fragoso, benfeitor de Póvoa e Meadas e proprietário do Vale de São Silvestre, depois de ter pedido autorização ao Bispo de Portalegre. Foi acrescentando na altura á Ermida original uma sacristia e um alpendre para abrigar o Povo das chuvadas, tão frequentes em dia de romaria. Os devotos de S. Silvestre agradecidos prestaram-lhe justa homenagem.

            A romaria á Ermida de S. Silvestre perde-se no tempo, mas o fervor da devoção ao Santo avivou-se depois da reconstrução da capela. Para comemorar tal feito, foi celebrada uma grande missa pelos párocos das duas freguesias – Póvoa e Montalvão – com procissão ao longo de toda a azinhaga (desde a estrada até á capela) e comprado um Santo novo, desta feita de barro, vestido de branco já que S. Silvestre fora Papa.

            Entre a Póvoa e Montalvão sempre houve muitas rixas, mas esta questão do S. Silvestre veio ainda reforçar o “ódio de estimação”entre as duas freguesias. Diz-se que as gentes de Montalvão tinham tanta”raiva”ás da Póvoa, por terem sido estes a reconstruir a capela e a comprar um Santo novo, que até insistiram em ter o antigo (de madeira) na sacristia para lhe fazerem as oferendas. Lá diziam eles que “Santos de barro não fazem milagres”. Por causa destas e outras desavenças entre os dois Povos, é aqui nesta romaria, que começam as famosas brigas de pau e pedra em que as azinheiras, na azinhaga que liga a Capela á estrada, ficavam completamente desfolhadas.

            Por a Póvoa ser famosa em ter as mais belas raparigas dos arredores, era esta romaria muito visitada. Vestidas com os seus” fatos de Carnaval”, saia encarnada bordada, xailes lindíssimos nas costas e com todo o ouro ao peito eram mais um motivo de desavença entre os rapazes, que ponham todo o fervor numa desgarrada bem cantada e improvisada mas acabando sempre em insultos entre eles e claro numas boas pauladas e pedradas.

            Era costume nesta romaria levar-se o gado a benzer para este se criar bem, ter boas crias e também oferecer para leilão a melhor rês e bons chouriços, muitos deles feitos de propósito para a ocasião.

            Dando três voltas á capela, á chegada, e outra tantas á partida em jeito de cumprimento ao Santo, assistia-se á missa, á procissão, ás ofertas e leilões e estendia-se a merenda toda a tarde, não faltando na toalha a tradicional freira – bolo de forma redonda com um ovo ao centro e uma cruz da massa do bolo por cima do ovo.

 

            Adaptado do texto de Elisabeth Arez inserido no programa do III Festival de Folclore em 20 Agosto 1994

        

 

 

 

 

 

O Vira de São Silvestre

Festa de São Silvestre une Montalvão e a Póvoa

 
Notícias
Agenda de Eventos
D S T Q Q S S
     1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
Conduzir e Operar o Trator em Segurança
Conduzir e Operar o Trator em Segurança
Contentores/Cinzas
Contentores/Cinzas
Caminhada Rosas Albardeiras
Caminhada Rosas Albardeiras
Mapa Google
Visitas
.::Visitas::.
Hoje: 62
Total: 148129
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de N. Srª da Graca de Povoa e Meadas © 2009 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px