.:: Freguesia de Coimbrão ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
« »
Sexta-Feira, 19.7.2019
 
Contacte-nos
Notícias
Recenseamento
Dia da Defesa Nacional
Farmácias
Feiras e Festividades
 

Na Freguesia, realizam-se festas em honra de Santo António, no Domingo Gordo, por um dia; de São Tiago, em Ervedeira, no primeiro fim-de-semana de Agosto, durante dois dias; de Nossa Senhora dos Aflitos, na Praia de Pedrogão, em Agosto (data variável), durante quatro dias; e as Festas de São Miguel, Padroeiro, no último fim de semana de Agosto, durante dois dias, no Coimbrão.

Para além destas festas de cariz religioso, organizam-se outras de cariz mais cultural, como a Festa da BJC2 - Brigada Jovem da Comunidade do Coimbrão, no primeiro fim-de-semana de Agosto; o Festival de Folclore, organizado pelo Rancho Folclórico Flores do Verde Pinho, durante o mês de Julho, a data é variável; o Festival Gastronómico do Coimbrão, em Junho, data variável; o Festival da Sardinha, na Praia de Pedrogão, no final de Junho e início de Julho, com animação musical, mostra de artesanato e tasquinhas e o Concurso de Pesca de Mar, levado a cabo pelo Clube de Pesca Desportiva da Praia de Pedrogão, sendo este realizado em Março.
DANÇAS E CANTARES:

Fazem parte da memória dos mais velhos, os serões bem passados com os viras. Antes da criação do rancho, existiam grupos desorganizados que animavam os trabalhos de campo, mondas, sachas, debulhadas, escamizadas, desfiadas, retalhadas, afiadas, festas dos santos padroeiros, romarias, serões de noivos e festas de Carnaval. Estas modas são, actualmente, recuperadas pelo Rancho Folclórico do Coimbrão.

 

TRAJES CARACTERÍSTICOS:

De acordo com documentos antigos desta região, recuperam-se os trajes de trabalho, e o domingueiro, de levar à missa, festas e de romarias. O traje da mulher era caracterizado por saias franzidas, com muita roda e compridas, em xadrez, de fazenda ou chita; e blusas, justas ao corpo, de manga comprida, sem decotes, rendas e bordados eram utilizados para adornar as blusas. Também usavam o avental, o de todos os dias, geralmente de riscado e simples e os aventais dos domingos e dias de festa, eram um pouco mais elaborados ou por vezes bordados. Faziam ainda parte do traje da mulher os canos, que são uma espécie de meia sem pé, feitos em lã, e um chapéu preto, forrado de veludo, que era usado sobre um lenço. Como adorno a mulher usava apenas um cordão e brincos de ouro.
O traje do homem era composto por camisa, que era usada por baixo do colete e tinha um peitilho redondo ou quadrado e ceroulas confeccionadas geralmente em riscado, eram abertas nas perneiras e atadas com atilhos. Usados até meados do século XX, estes trajes podem ser, actualmente, apreciados nas manifestações etnográficas locais.

LENDAS E TRADIÇÕES

Notícias
XXXVIII Festival de Folclore do Coimbrão - 20 de julho de 2019
XXXVIII Festival de Folclore do Coimbrão - 20 de julho de 2019
Vivó Verão - Atividades julho na Praia do Pedrogão
Vivó Verão - Atividades julho na Praia do Pedrogão
Vamos conversar sobre envelhecer com saúde?
Vamos conversar sobre envelhecer com saúde?
O nosso orgulho...
Brasão
Mapa Google
Visitas
.::Visitas::.
Hoje: 37
Total: 165955
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de Coimbrão © 2010 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px