.:: Junta de São Bartolomeu de Regatos ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
« »
Quarta-Feira, 19.6.2024
Cultura
 

NUCLEO MUSEOLOGICO DE SÃO BARTOLOMEU DE REGATOS As memórias de um espaço, das pessoas e actividades: A construção do Núcleo Museológico de S. Bartolomeu de Regatos constitui uma iniciativa da Junta de Freguesia de S. Bartolomeu de Regatos, utilizando o edificio da antiga Leitaria Esperança, com os seus utensilios e história, o espaço de uma cozinha tradicional, como o lugar da confecção dos alimentos e também de convivio. A apresentação das actividades económico-sociais, religiosas e culturais, bem como a festa, os nossos cantadores e tocadores de viola, Grupo Folclórico e Filarmónica constituem o ponto de partida deste espaço de memória de S. Bartolomeu de Regatos. Queremos mantê-lo vivo e actuante, como um motor do desenvolvimento local. O Núcleo Museológico deve nascer integrando-se na comunidade entre a qual tenciona existir, aproveitando e valorizando todos os recursos sócio-económicos e culturais, que a população possua e possa vir a desenvolver. Um repositório do passado e da memória geográfica, social e cultural desta terra, mas sobretudo uma ponte cultural entre as diversas formas de culturas e saberes, um centro de cultura vivo e presente da comunidade que pretende representar, um modelo modelador do seu futuro. Apesar do museu poder surgir como o coração de um vasto corpo cultural e se, realemente, pretende representar esse corpo, deverá garantir o envolvimento e a inclusão da comunidade em que se insere, conquistando desde o inicio a sua adesão e sensibilidade para o projecto. Um espaço de encontro e diálogo entre as pessoas e as realidades, um encontro de gerações para a descoberta da sua entidade e dos seus valores próprios. A Leitaria Esperança A Leitaria Esperança da freguesia de S. Bartolomeu de Regatos, foi fundada em 20 de Novembro de 1918, sendo uma sociedade Cooperativa de responsabilidade ilimitada. A sua duração é por tempo indeterminado e tem a sua sede na freguesia de S. Bartolomeu. Esta cooperativa tinha por fim o aproveitamento e transformação económica do leite produzido pelas vacas dos próprios sócios e, especialmente, a produção e venda colectiva de manteiga. Foi fundada por quarenta e seis sócios residentes em S. Bartolomeu de Regatos no século XX, mais apropriadamente no ano de 1918. Com data de 10 de Janeiro de 1944, foi constituída a Cooperativa Agricola de S. Bartolomeu, Sociedade Agricolo Anónima, de responsabilidade limitada à área da mesma freguesia, com o Alvará assinado pelo Ministro da Economia, ficando a mesma cooperativa sujeita às disposições de Decreto nº 4.002, pelo qual e sempre em qualquer hipótese se deverá regular, e com cláusula de que esta aprovação lhe poderá ser retirada quando se desvie dos fins para que é instituida, ou não cumpra fielmente os seus Estatutos. Entretanto e, com data de 3 de Janeiro de 1946, os sócios fundadores da cooperativa Leitaria Esperança decidem aderir à cooperativa Agricola de S. Bartolomeu, dando poderes à Direcção para tratar, por compra ou venda os prédios, máquinas e utensílios da extinta "Cooperativa Leitaria Esperança".NUCLEO MUSEOLOGICO DE SÃO BARTOLOMEU DE REGATOSNUCLEO MUSEOLOGICO DE SÃO BARTOLOMEU DE REGATOSnullNúcleo Museológico de São Bartolomeu de Regatosnull

Visite-nos
Localização da freguesia na ilha Terceira
Localização da freguesia na ilha Terceira
Mapa da Freguesia
Mapa da Freguesia
Visitas
.::Visitas::.
Hoje: 66
Total: 153634
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de © 2008 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px